Música Orgânica

Música é vida e é VIVA!

Você precisa sentí-la para que possa compreendê-la. A música tem o poder de atingir direto o coração e ela NASCE DO CORAÇÃO. Tanto, que cada batida que marca os tempos de cada compasso, é chamada pulso ou pulsação. Como as batidas do coração.

Você sabe que a música é boa quando ela te faz sentir vivo, quando sua batida está sincronizada com o pulsar do seu coração. Essa é uma experiência absolutamente peculiar e varia de pessoa para pessoa.

Eu acredito na música como o idioma das emoções, porque ela permite que você traduza pela harmonia dos sons o que você jamais conseguiria colocar em palavras. De alguma forma, a música facilita permitir que o coração fale mais alto. É puro afeto.

Até mesmo para tocar um instrumento, e aqui eu tomo o cello como exemplo, não apenas por ser o meu instrumento principal, mas também por sua própria anatomia. Você pode notar que o violoncelo é um dos instrumentos mais afetivos, considerando que, para tocá-lo, é preciso literalmente abraçá-lo, trazê-lo bem junto ao seu coração, para que ele possa soar.

A técnica é importante? Sim, mas às vezes é possível encontrar músicos extremamente preocupados em como tocar seus instrumentos com perfeição absoluta, que eles podem se esquecer completamente de como a música é viva. A música é extremamente orgânica, e por orgânica, eu quero dizer que ela precisa ter algumas imperfeições, porque, de outro modo, ela se torna estritamente mecânica e sem alma. Em outras palavras, quando a música é puramente técnica, perde a sua essência humana, o que faz com que ela seja exatamente o que é: MÚSICA!

A música muda tal como a humanidade muda, mas em um ponto, independente do que os acadêmicos digam sobre isso, ainda é uma linguagem universal, precisamente porque está profundamente ligada ao pulsar do coração.

E para provar isto, eu escolhi a canção abaixo e eu gostaria de convidá-lo, você que tomou tempo para ler este post, para fazer uma experiência. Por um breve momento, tente ignorar o seu gosto pessoal, feche os seus olhos e sinta a batida desta música. Ouça-a sentindo, e se puder, bata de leve, com os dedos, o ritmo percutido perto do seu coração. Então, após o término da música, pense sobre o que sentiu e como você se sentiu com ele

Então você perceberá o que é a música e o quão orgânica ela precisa ser, se quiser cumprir o seu propósito como arte.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s