Platônico

Nada como um bom amor não correspondido para injetar um pouco de inspiração nas veias… Este blog andava meio às traças mesmo… Eu poderia escrever esse post em inglês, como faço com todos os outros de uns anos pra cá, mas ele meio que pede para ser escrito na minha língua materna.

E pra você que lê esta postagem, alguma vez já se sentiu imensamente feliz pela felicidade de alguém por quem você jamais mediria esforços?… Eu já… E a sensação é incrivelmente maravilhosa. A menos q você caia na besteira de fazer com que essa pessoa saiba dos seus reais sentimentos… Não que seja uma besteira absurda, às vezes é necessário mesmo que digamos o que realmente sentimos, mesmo que seja apenas para desafogar o coração… Pode ser num simples bilhete, pode ser num singelo gesto de carinho… Na maioria das vezes despretensioso, sem esperar coisa alguma em troca. Pura e simplesmente porque você precisa que aquela pessoa saiba o quanto você se importa com ela…

E então você se depara com essa pessoa ao lado de outra, por quem ela não mediria esforços… E ao invés de se entristecer, você tão somente se alegra e sorri. Nada diz, nada faz… Apenas sorri. Talvez, em algum momento deixe cair uma lágrima escondida, afinal ninguém é de ferro, mas não uma lágrima de tristeza, apenas pura emoção, de ver que a pessoa a quem você quer bem está bem e isso é tudo o que importa pra você. Talvez em algum momento você se sinta um pouco envergonhado por ter se exposto… Talvez em algum momento você se sinta um pouco culpado por ter arriscado deixar transparecer algo que você sempre soube que seria muito melhor se ficasse quietinho, guardado só com você… Mas daí eu pergunto: Como manter em segredo algo que todos à sua volta já perceberam e já sabem, que salta aos olhos logo no primeiro relance, e você é o único que ainda tenta disfarçar dizendo que é apenas uma brincadeira?

Até que, chega um momento em que você percebe que o que você sente é muito mais profundo do que você mesmo poderia conceber…

Um momento em que você percebe que aquela pessoa está triste por algum motivo, e sua ternura por ela é tão imensa que é como se você quase que adivinhasse o que acontece, e uma brincadeira soa como um desabafo preso há muito e dói em seu próprio peito como um punhal rasgando seu coração de fora a fora… Por alguns instantes você se deixa levar pelo seu coração, e ignora o que você sempre soube: que aquela pessoa jamais faria parte da sua vida, por alguns segundos, você meio que perde o norte e resolve arriscar… Mas daí você se dá conta que por um momento você se enganou (ou talvez não, nunca se sabe…) e tem o veredito final das páginas dessa breve história que se desenrola no seu cotidiano…

Um final que, talvez nem sempre seja o mais agradável para aquele que está apaixonado, mas que surpreendentemente traz uma vivacidade jamais experimentada antes, uma felicidade plena, tão divina quanto a música… Que se contenta em se deixar transparecer em um suave sorriso e uma doce emoção derramada pelo cantinho dos olhos… Tão profundo… Tão imenso… E mesmo assim, tão simples…

Simples como compreender o real significado de amor…

Simples como amar. E ponto.

E, a cena, um tanto embaraçosa, que se desenrola diante de seus olhos, que em qualquer outro momento, ou para qualquer outra pessoa causaria uma imensa dor e tristeza, se transforma em uma fonte de paz e serenidade como há muito você não sentia… E, ao invés de matar, apenas fortalece a admiração que se sente pela tal pessoa, porque se comprova a integridade do caráter e a pureza da essência do alvo do seu afeto… E o sentimento, ao invés de diminuir, cresce ainda mais… E continua assim, requerendo absolutamente nada em troca. Apenas uma admiração profunda e um carinho imenso e pleno como a vida.

Enfim… E desse modo nos contentamos com a felicidade alheia como se fosse a nossa própria…

Essa gente estranha, chegada num amor platônico… Vai entender…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s