Poesia

Palavras que criam asas,
Que voam a beijar o infinito…
Voam mansas…
Acariciadas pela poesia…
A donzela dos corações enamorados
Que abrigam ternura e harmonia.

A luz da manhã escoa pela cortina…
Afagando a face rosada
Da doce e meiga menina
Que sonha um dia encontrar
O amor de sua vida
Que seu coração conquistará.

E a poesia que embala este sonho
Dança mimosa no céu iluminado
Da manhã serena e calma,
Despertando o jovem coração apaixonado
Que derrama em melodia a sua alma…

Clara Maria Cristina Broges de Medeiros
Itaboraí, 23 de Julho de 2002.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s