Humanos

Deixem-me só!
Com meu orgulho, arrogância e hipocrisia…
Deixem-me só!
Com a minha soberba melancolia…
Deixem-me só!
Com o meu ser humana, cheia de defeitos,
Procurando paz e harmonia.

Não sou diferente dos humanos que me cercam…
Esta raça que vive à procura de alegria…
Mas como podem conseguí-la,
Se o que realmente desprezam?
E eu, de bom em mim tenho apenas a poesia…

Esta magia que o amor em palavras transforma
E que na noite escura faz sonhar…
Que a fantasia de um mundo melhor
Em realidade torna
E com sua serenidade, vem a tristeza amenizar.

Sou tão humana quanto os outros,
Mas tenho um tesouro dentro de mim a pulsar.
Um tesouro inigualável, melhor que ouro,
Tenho a poesia, música que faz sonhar.

Clara Maria Cristina Borges de Medeiros
Itaboraí, 25 de Dezembro de 2003.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s