Adagio

Como uma vagarosa e triste canção
Meu coração bate silencioso esta noite.
Mesmo aquecida nos braços de alguém
A felicidade está distante
Se não posso te abraçar.

O verdadeiro amor não pode ser mudado
Ele não desaparece com o tempo.
A vida continua
Estações vem e vão…
Mas a escolha estará para sempre lá.

Realidade chama.
Docemente…
E a única coisa que eu pergunto é:
Até quando isso vai durar?

Um mês?
Alguns meses?
Um ano?
A vida inteira?
Talvez não dure nem uma hora!

Tão efemero…
Tão vão…

Mas eu tento,
Porque te prometi que tentaria ser feliz.
E é o que estou fazendo.
Mas me diga
Como posso ser feliz
Quando falta um pedaço de mim?

Clara Maria Cristina Borges de Medeiros
Itaboraí, 12 de Novembro de 2010.
Traduzido para o português em 2 de Março de 2011.

Advertisements

1 Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s