No Silêncio do Meu Amor

No Silêncio do Meu Amor

No silêncio do meu amor,
Velo o sono da humanidade nesta noite de inverno.
Amor sereno, pungente dor…
Que queima a alma, explodindo em cuidado terno…

No silêncio do meu amor,
Guardo o sonho que minha alma acalenta…
Se é verdade, ou não…
Esta doce esperança anima e atormenta.

No silêncio do meu amor,
Ouço o som da sua voz a me acalmar…
Canto angelical, precioso som…
Vívido, cristalino, límpido como meu mar.

No silêncio do meu amor,
Faço ecoar meus pensamentos…
Amor sereno…
Pungente dor…
Como eu queria te abraçar por um momento!…

No silêncio do meu amor…

Esperança, sonho…
Cuidado sereno…
Precioso som, doce tormento…
Pungente dor…
Eco dos meus pensamentos…

Assim é o silêncio do meu amor.

Clara Maria Cristina Borges de Medeiros.
Niterói, 18 de julho de 2009
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s