Escrever é preciso…

 
Sonata ao Luar
 
Um acorde profundo inunda o ambiente
E toca o âmago de meu ser.
Acalenta o pensamento ternamente;
Com branda doçura, difícil de se dizer…
 
Acordes que retratam serena madrugada,
Quando sob a luz da lua se desfaz
Em verso e prosa minha alma iluminada
Pelo amor pulsante que traz vida e paz.
 
Amor que estreita laços de amizade,
Que supera o egoísmo, em sincera lealdade,
Amor celeste, que traz pureza ao coração,
Buscando o bem do meu amado,
Minha fonte de inspiração.
 
Música profunda, doce e melancólica,
Que jorra na alma, como perfume a se derramar…
Na calmaria do outono, aroma de poesia melódica,
De meigo encanto, beijo que a lua dá no mar…
 
Ao som deste acorde profundo,
Meu sonho adormece em harmonia.
E em realidade se torna por um segundo
Nestes versos impregnados de ternura e melodia.
 
Clara Maria Cristina Borges de Medeiros
Niterói, 09 de Maio de 2006. 
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s